terça-feira, 17 de abril de 2018

Primeira Lei de Mendel: Cruzamentos


As leis da hereditariedade estabelecidas pelo monge Gregor Mendel são fundamentais para a genética. Mendel as descreveu através da observação de seus cultivos de ervilhas e dos descendentes provenientes de cada cruzamento realizado entre eles. Sua primeira lei afirma que todas as características de um indivíduo estão relacionadas com um par de fatores que se separam durante a formação de gametas, de forma que o pai e a mãe transmitem apenas um dos fatores para seus descendentes. Atualmente sabemos que os fatores de Mendel são os diferentes alelos de um gene. Mendel cruzava plantas que pertenciam a linhagens puras.
Na primeira lei de Mendel, é considerada a herança de apenas um caráter por vez (monoibridismo). Ele deduziu que cada caráter seria determinado por um par de fatores que se separa na formação dos gametas, por isso a primeira lei de Mendel também é chamada de Lei de segregação dos fatores, em que apenas um dos fatores do par é designado para cada gameta. Nas variedades puras, os fatores são iguais (homozigoto) e nas híbridas, são diferentes (heterozigotos). 

CRUZAMENTOS DA PRIMEIRA LEI DE MENDEL:
(Atividade desenvolvida com alunos do 2º ano do
Ensino Médio da Escola E. Wilson Leite)

Aluna: Mayane da Silva
Aluna: Maísa da Silva
Aluna: Andressa Rodrigues
Aluna: Alessandra da Silva
 Aluna: Raquel Regina

terça-feira, 10 de abril de 2018

Poema : O Voo - de Menotti del Pichia

Goza a euforia do voo do anjo perdido em ti
Não te indagues se nossas estradas, tempo e vento
desabam em um abismo
que sabes tu do fim?
Se temes que o teu mistério seja uma noite,
enche-a de estrelas.
Conserva a ilusão de que o teu voo te leva
sempre para o mais alto.
No deslumbramento da ascensão,
se pressentires que amanhã estarás muda,
esgota, como um pássaro,
as canções que tens na garganta.
Quem sabe as canções adormeçam as feras
que esperam devorar o pássaro.
Desde que nasceste,
não és mais que um voo no tempo.
Rumo ao céu? Que importa a rota?
Canta e voa,
enquanto  resistirem as tuas asas.